Reformulação das carreiras médicas reclama a atenção de todos, em especial dos mais jovens

Mário Jorge NevesMário Jorge Neves

O 37º Encontro Nacional será palco de uma sessão fundamental sobre a carreira médica, na qual terá um papel importante a intervenção de Mário Jorge Neves, responsável indicado pela OM para coordenar o grupo de trabalho independente incumbido de elaborar um novo relatório das carreiras médicas, membro do Conselho Nacional da Federação Nacional dos Médicos e do Observatório de Saúde António Arnaut. 

Embora não deva estar presencialmente em Braga, Mário Jorge Neves deverá ser alvo de uma entrevista prévia e gravada, a exibir no início da sessão e que dará o mote para um debate que se prevê frutuoso. A ideia por detrás desta sessão é também a dar a conhecer o contexto de origem das carreiras médicas, aquilo que representaram para o crescimento do Serviço Nacional de Saúde e o que podem significar, daqui em diante, para a estabilidade da profissão médica a uma geração de jovens que desconhecem os seus princípios basilares e méritos inegáveis.

keyboard_arrow_left Voltar