Demências constituem um desafio crescente para os médicos de família

O Grupo de Estudos de Saúde Mental (GESME) da APMGF vai organizar no decurso do 37º Encontro Nacional de MGF, a sessão “As múltiplas faces da Demência». Trata-se de uma excelente oportunidade para debater uma patologia complexa, que tem vindo a aumentar na população portuguesa graças ao fenómeno do envelhecimento demográfico. “Esta mesa procura reunir colegas com diferentes especialidades e competências, para se discutirem gold standards do seguimento do doente com demência, de forma abrangente e tirando partido da rede de cuidados de saúde atualmente disponível”, explicam os representantes do GESME Nuno Florêncio, André Negrão e Sara Gomes.

Assim, a sessão terá o contributo de Frederico Couto (psiquiatra especializado em Gerontopsiquiatria e investigador do Grupo de Estudos de Demência do Instituto de Medicina Molecular), Juliana Castelo (neurologista do Hospital Beatriz Ângelo) e Mariana Anete Mira (especialista em MGF com pós-graduação e competência em cuidados paliativos e pós-graduação em geriatria, para além de coordenadora de uma equipa comunitária de suporte em cuidados paliativos). A moderação será da responsabilidade de Nuno Florêncio (médico de família com formação avançada em saúde mental, grupanalista e psicoterapeuta, coordenador do GESME).

keyboard_arrow_left Voltar